Fórum de Educação a Distância do IFRR será nesta quinta-feira, 4

por Rebeca publicado 03/10/2018 11h57, última modificação 03/10/2018 11h57
Com o objetivo de contribuir para a definição das políticas institucionais no próximo quadriênio, gestores de ensino, dos Núcleos de Educação a Distância e da Diretoria de Políticas de Educação a Distância (Dipead) participam, nesta quinta-feira, 4, do Fórum de Educação a Distancia.

Com o objetivo de contribuir para a definição das políticas institucionais no próximo quadriênio, gestores de ensino, dos Núcleos de Educação a Distância e da Diretoria de Políticas de Educação a Distância (Dipead) participam, nesta quinta-feira, 4, do Fórum de Educação a Distancia.

O evento ocorrerá durante todo o dia, com início às 8 horas, no Campus Boa Vista, na sala de teleconferência (piso superior). O tema é “Plano de Desenvolvimento Institucional: seus pressupostos básicos e a educação a distância”. Quatro dos cinco campi do IFRR já ofertam cursos nessa modalidade.

Como o IFRR está na fase de construção do Plano de Desenvolvimento Institucional, o PDI, com uma comissão central e várias comissões temáticas trabalhando o planejamento institucional para os próximos cinco anos, a diretora da Dipead, Betânia Grisi, explica que o fórum vai trabalhar a construção do plano dentro da área de atuação da EaD.

 “Nós vamos delinear intenções de indicadores, metas, entre outros, na perspectiva da Educação a Distancia, que hoje conta com aproximadamente 1.500 alunos atendidos em nossos polos e com perspectiva de ingresso de 500 estudantes a partir do primeiro semestre de 2019. Portanto, precisamos delinear o nosso percurso até 2023, definindo metas, como vamos nos estabelecer institucionalmente a partir dessa modalidade”, explicou Betânia.

Na parte da manhã, ocorrem duas palestras. A primeira, com o pró-reitor de Desenvolvimento Institucional, Diogo Saul, sobre “O Plano de Desenvolvimento Institucional e a Educação a Distância: elucidação dos referenciais estratégicos”. A segunda, com o tema “Os aspectos orçamentários para a EaD na Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica”, com o coordenador de orçamento do IFRR, Deybe Viriato.

Durante o fórum, na parte da tarde, vai ter a apresentação pelos campi das experiências exitosas na modalidade EaD. A intenção é partilhar com os presentes que não foi fácil chegar, mas que a equipe conseguiu fazer e teve resultado. “O ritmo da EaD é intenso, são muitas atividades, mas com certeza é muito mais gratificante ver resultados positivos”, disse Betânia, informando que, nessa modalidade, o IFRR já formou aproximadamente 500 pessoas em todo o estado.

GTs – Outra atividade, na parte da tarde, será dividir os participantes em dois grupos de trabalho. O GT-1 vai trabalhar a definição de metas e indicadores EaD para o PDI, levando para as unidades que atuam nessa área a discussão iniciada no fórum. A intenção é fomentar o debate e apresentar as contribuições em um novo encontro, até o fim de outubro, haja vista o prazo de conclusão do PDI.

O GT-2 tratará dos parâmetros para credenciamento de polos de apoio presencial institucionalizado. Esse grupo vai trabalhar pontos que vão regulamentar uma estrutura mínima de atendimento para o funcionamento da modalidade.  O prazo de conclusão dos trabalhos será definido durante o fórum.

 

Rebeca Lopes

Fotos: IFRR

Ascom/Reitoria

3/10/18

 

« Novembro 2018 »
month-11
Se Te Qu Qu Se Sa Do
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 1 2