ORIENTAÇÃO INSTITUCIONAL – Três pró-reitorias iniciam atividades de 2017 no Campus Avançado do Bonfim

por Antonio Evaldo Soares publicado 05/01/2017 18h15, última modificação 12/01/2017 08h06
Reuniões com o objetivo de orientar os gestores dos campi sobre os passos da gestão atual seguirão durante todo o ano de 2017

Uma equipe formada pela reitora do Instituto Federal de Roraima (IFRR), Sandra Mara Botelho, pela pró-reitora de Ensino, Sandra Grützmacher, pelo pró-reitor de Extensão, Nadson Castro, além de coordenadores e diretores das respectivas pró-reitorias e da Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional, iniciaram 2017 com intensa atividade no Campus Avançado do Bonfim (CAB).

O objetivo da reunião foi levar informações sobre a atual situação que o Brasil passa em relação à educação profissional e tecnológica, além das tratativas e das orientações técnicas para as equipes das unidades que formam o Instituto Federal de Roraima, de modo que as ações do IFRR sigam não só as orientações da gestão maior, como também dos órgãos de controle, que são os fiscalizadores de todas as ações institucionais.

IMG_9381.JPG
Foto: Nenzinho Soares

Segundo o pró-reitor de Extensão, Nadson Castro, essas reuniões além de fortalecerem as atividades, vão criar uma aproximação maior dos campi com a Reitoria. “Além de ter uma comunicação mais eficaz nas ações que as unidades desenvolvem, vamos otimizar tempo dialogando mais e sanando dúvidas para que os projetos avancem e os prazos sejam sempre cumpridos, melhorando, assim, o desempenho geral da instituição”, disse Castro.

O diretor em exercício do CAB, Clinton Júnior George, destacou que essas ações vão além das orientações, pois é possível observar que a equipe está preocupada com o futuro do Instituto Federal de Roraima. “Além das orientações, eles podem ver as nossas necessidades e dificuldades de operacionalização. Dessa forma, eles vão ter uma atenção mais focada nas necessidades e nas ações do nosso trabalho” finalizou Clinton.

A reitora do IFRR, Sandra Mara Botelho, acompanhou os trabalhos no CAB e ressaltou a importância da iniciativa, que teve início na unidade de fronteira. “Esse planejamento de visitas aos campi envolvendo as pró-reitorias, as diretorias e as coordenações vai se estender para as demais unidades e o procurador da  Advocacia Geral da União (AGU) também participará orientando para que tudo aconteça dentro do devido processo legal", explicou.


Nenzinho Soares
Ascom/ Reitoria
5/1/2017  
« Julho 2017 »
month-7
Se Te Qu Qu Se Sa Do
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6