DTI disponibiliza módulo de mapeamento de processo no Suap

por Laura publicado 19/07/2021 10h55, última modificação 19/07/2021 11h01
Por meio dele, gestores vão poder analisar dados como tempo de permanência do processo no setor e despachos

A Diretoria de Tecnologia da Informação do Instituto Federal de Roraima (DTI-IFRR) disponibilizou para os gestores da instituição o sistema Process Mining, um módulo desenvolvido para o Sistema Unificado de Administração Pública (Suap) que permite a mineração de dados de processos físicos e digitais.

O sistema pode ser acessado por meio do botão (Process Mining) disponível em cada processo no Suap. Ele permite a análise de dados, por meio de infográficos, a exemplo do tempo de permanência no setor, despacho e acompanhamento da timeline.

Essa novidade é fruto da dissertação de mestrado do analista de Tecnologia da Informação Diogo Rocha Maia, que atualmente coordena o setor de Desenvolvimento e Suporte de Sistemas da DTI, no IFRR. Ela foi desenvolvida de forma colaborativa com o técnico de Tecnologia da Informação Raildo Barros e está sendo utilizada como ferramenta para a implantação da gestão por processos na instituição.

Conforme o diretor da DTI, Cristofe Rocha, a intenção da diretoria é registrar o produto na Diretoria de Inovação e encaminhá-lo ao Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), que é o desenvolvedor do Suap, para avaliar a possibilidade de implantação na raiz do sistema. "A gestão por processos é uma meta da gestão e, como os processos estão disponíveis de forma digital pelo Suap, tivemos como alvo o desenvolvimento desse sistema [Process Mining], que se trata de um protagonismo de nossa instituição", explicou.

 

Ascom/Reitoria
19/7/2021

 

 

« Agosto 2021 »
month-8
Do Se Te Qu Qu Se Sa
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4